Família


Para que se entenda a dinâmica de uma família, é preciso considerar este grupo dentro de uma complexa trama sócio-histórica, e, somente após esta consideração entender os fatos. O primeiro fato a se levar em consideração é que a família não é algo natural/biológico, mas uma instituição criada pelo humano, que vai se encaixando de acordo com as mudanças e demandas sociais e, assim vai orientando as condutas de seus membros. Ela se constitui ao redor de uma necessidade material, não há que haver necessariamente a reprodução para que haja constituição de família, pois além do biológico existe a função ideológica: é na família que se recebe educação e base para a sociabilidade. A família é mediadora do contato social. Neste mundo, da família, existe todo um panorama de contato e relação com outros seres humanos, sendo assim, ela se constitui a base de sentimentos de referência. Cada membro tem sua história e todos juntos tem uma história em comum. A família é a formadora de nossa primeira identidade social. Vale a pena ressaltar que as experiências que a criança vive nesta bolha familiar irá definir boa parte de sua estrutura infantil. Quando é estruturada a relação cuidador-criança é bem equilibrada, quando isso não ocorre haverá o sentimento de insatisfação. A criança não é independente, ela precisa destes laços para aprender, se desenvolver de maneira saudável e se tornar um adulto com saúde mental. . . .

Psicóloga Noéllin N C Borges CRP: 06/131712

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

​© 2017 by Espaço Rapsódia Saúde Mental created with Wix.com